In§tante§ ð'um £ouco: Junho 2011





Num pedaço de argila
Moldei meu sonho
Com lágrimas em pó
Que o sol deixou
Ao olhar meu rosto.
Meus dedos tocaram
O sonho nascido
Promessa dorida,
A luz dos olhos dizia vida
Mas depois apagou-se.


Meu sonho, flor negada...

online