In§tante§ ð'um £ouco: Outubro 2009
.
.

.

Doi-me saber que sinto
Quando reparo que existo.

Ouço o panico dentro de mim
E não encontro caminho
Da razão para a vontade.

Se pudesse não despertar...
.
.
.
online