In§tante§ ð'um £ouco
 
 


 Devagar, o tempo transforma tudo em tempo.
O ódio transforma-se em tempo
O amor transforma-se em tempo
A dor transforma-se em tempo.
 
Os assuntos que julgámos mais profundos
Mais impossíveis, mais permanentes e imutáveis
Transformam-se devagar em tempo.
 
Por si só, o tempo não é nada.
A idade de nada é nada.
A eternidade não existe.

No entanto, a eternidade existe.
Os instantes dos teus olhos parados sobre mim eram eternos.
Os instantes do teu sorriso eram eternos.
Os instantes do teu corpo de luz eram eternos.
 
Foste eterna até ao FIM...
 
 

 
 
 
José Luís Peixoto

11 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Visitando...apenas para nao perder o costume.

Beijos.

Secreta

23/2/13 02:17  
Anonymous Anónimo said...

sou completamente encantada por tudo que você escreve!!!!!!!

8/3/13 20:53  
Blogger Titá said...

Vim enganar saudades. Visitá-lo como antes fazia. Deixo um beijo

17/4/13 18:26  
Blogger Ligada à Terra said...

Olá LOUCO!

26/4/13 14:04  
Blogger helena said...

Sabe sempre tão bem

26/4/13 22:40  
Anonymous Pedro Xavier said...

Olá Louco de Lisboa,

Aprecio imenso o teu blog.
Acompanho-o há alguns anos, e apreciava sobremaneira os "mimos" trocados com " a magia das palavras".
Ousei hoje escrever-te para te dizer que há muita gente que incapaz de colocar em palavras o que sente, se alimenta e revê nas palavras daqueles que têm esse dom.

23/5/13 20:53  
Blogger Rosa Brava said...

Olá, Louco!

Já tinha saudades de te visitar!

Bjo

1/6/13 16:26  
Blogger Skin on Skin said...

Voltei aqui...gosto.

4/6/13 20:37  
Blogger Luna said...

a eternidade existe para os momentos que não esqueceremos

7/8/13 01:25  
Blogger Insane said...

Saudades de ti louco!

5/12/15 01:44  
Blogger Insane said...


Magic!

5/12/15 01:45  

Enviar um comentário

<< Home

online