In§tante§ ð'um £ouco
.


.

.

Sensualidade escondida
Feminilidade que se abre
Tal qual uma Flor.
(seja ela qual for)

Proteges o rosto com o véu que te
Oculta a beleza delicada e única!

Esquivas olhares clandestinos...

SERÁ

Não escuses
caminhos que são meus...


(Será que me resta tempo contigo)
SERÁ...

.

.

6 Comments:

Blogger Amy said...

O maior medo do imensurável é a dúvida, sentimo-nos sempre pequenos quando os caminhos da vida nos permitem descobrir o divino. E quando o sentimos florescer na palma da mão, no fundo dos olhos ou na voz de quem amamos o tempo deixa de contar porque é aí o nosso lugar, o jardim onde ganhamos a eternidade...

Deixo-te uma flor
(seja ela qual for)

9/10/09 17:16  
Blogger [ rod ] ® said...

o véu que se encobre esconde o rosto meigo... os olhares que emitem desejo... abs cara.

10/10/09 00:59  
Blogger lírica said...

Lindo!
Lírica

11/10/09 00:45  
Blogger mj said...

SERÁ?!
("... será que te lembras da cor do olhar...")
SERÁ...

14/10/09 00:17  
Blogger - Annie said...

Será que adivinhas quem sou?

14/10/09 21:57  
Blogger Alex said...

Esse tom misterioso que tu tens!
Será?
Quase me dás vontade de voltar a escrever as palavras penduradas à flor da pele.

Beijo, louco.

3/11/09 22:54  

Enviar um comentário

<< Home

online