In§tante§ ð'um £ouco
.
.
.
De olhos plenos de nada
Vão sensíveis passos
Orfãos de tudo
Cheios de coisa nenhuma
Certos, incertos
Arrastam mundos
De memórias perdidas.

Tomara eu um chão que me levasse
Para bem longe de mim...
Bastava-me o som de um olhar
Para nesse gesto renascer.
.
...sob a ternura do teu amor...
.

10 Comments:

Blogger Tainha said...

;)

17/6/09 15:27  
Blogger Amy said...

Na ternura de um olhar, deixo-te uma rosa.

17/6/09 20:02  
Blogger olharapus said...

sinto-me assim... adivinhas-te!

18/6/09 19:37  
Blogger FacAfiada said...

Muito, Muito bom!


Parabens

18/6/09 20:35  
Blogger FacAfiada said...

Adoro esta música!
Já cá tinha cantado!

18/6/09 20:35  
Blogger Titá said...

Num som de olhar, deixo te um beijo grato pelas palavras tão cheias de tudo e que de tanto nos falam.

19/6/09 11:42  
Blogger xavier ieri said...

Belo espaço

19/6/09 21:58  
Blogger intervalo said...

um instante...para sentir som das palavras,um instante para deixar o chão...profundo tudo k vc escreve...

20/6/09 01:59  
Blogger anabloom said...

Passo a passo... caminhando e tropeçando nos aromas do passado que nos compõe... quero estar bem pertinho de mim mesma :D..
bjs

21/6/09 22:03  
Blogger Seastar_ Hannanur said...

"bastava-me o som de um olhar"

chiiiii...como eu te compreendo!

como sempre gostei


take care ;)

24/6/09 15:14  

Enviar um comentário

<< Home

online