In§tante§ ð'um £ouco
.
.

.

Ténue é o fio que me segura à vida
Onde bebo sofrego tudo que me é consentido
E me impele a ser maior e mais além.
Implacável a forma que me determina
Sublime o gesto que em mim se inscreve.


Marcas de uma vida...
Tela única impressa na anatomia do ser.

.
.
.
épi barfedei pur muá

11 Comments:

Blogger Mαğΐα said...

Gosto das braçadeiras que te mantêm á tona como fios.
Também gosto do gesto racional do patinho amarelo a querer dizer à tua loucura: espera não saltes!!!.
O aquário é o tempo.
Tão pouco!

Ah, e tenho mais isto a dizer:



















(e mais não digo, não me deixam)

Um beijo de...

24/5/09 23:05  
Blogger Þ®¡§¢¡£å ♠ said...

Pelo menos *pro* salto tu tá acompanhado,isso não seria um fato relevante!?!

=)

25/5/09 00:17  
Blogger FacAfiada said...

Louco,
É tão vertiginosamente bom ser só um fio ... se fosse uma corda já não tinha tanta graça!

25/5/09 17:06  
Blogger [ rod ] said...

Saudade de vir ler seus devaneios... suas sábias incoerências em fina estampa.

Parabéns meu caro,





Novo dogMa:
sAnto...


dogMas...
dos atos, fatos e mitos...

http://do-gmas.blogspot.com/

25/5/09 22:44  
Blogger delusions said...

é... ténue... e forte...





...somos nós...




Sofia*
Bjinho

26/5/09 17:36  
Blogger Amy said...

Os gestos desta vida marcam para sempre a outra vida, a verdadeira, a vida dos afectos e dos sentimentos impressos no coração.

27/5/09 13:54  
Blogger LBardo said...

loucura, loucura!







abraço do meu parapeito

31/5/09 18:44  
Blogger O outro lado do espelho said...

É a saudade e a noite...E são os loucos de Lisboa, tal como a canção.

Li-te e reencontrei-me. Fico sempre fascinada quando me encontro nas palavras dos outros. Desconhecidos.
Longínquos. Empáticos.

1/6/09 09:22  
Blogger Lua de Papel said...

Olá, louco!
Estou viva e lá continuo vagueando pela noite.

Gosto de ver que continuas a pintar a tua vida de inspiração.

Um beijo

2/6/09 01:27  
Blogger Tainha said...

:) glub glub glub

2/6/09 03:27  
Blogger Ás de Copas said...

Num baralho todas as cartas são diferentes, também assim são os instantes de uma vida. Por mais que os tentemos baralhar acabam sempre por nos vir parar ás mãos.

"Marcas de uma vida" eis o trunfo. O teu!

2/6/09 14:39  

Enviar um comentário

<< Home

online