In§tante§ ð'um £ouco
Finalmente acalmo de tanta inquietação...
Liberto-me, mas o meu destino é ser escravo.
Acordo, e o meu sentido é ser humano a dormir.

Não entendo a minha alma
será que foi sempre minha?

6 Comments:

Blogger .*.Magia.*. said...

Crazy Boy...

Tu és a tua meta.
Vim ver-te chegar!!!

Agora tenho que me ir embora, também preciso alcançar a minha meta.

16/8/08 22:42  
Blogger Noa said...

tamb+em não entendo a minha...estou tão assim, sentida, inquieta. E sofro, sofro tanto. Mas ler-te me alivia a alma.

17/8/08 01:30  
Blogger Estranha pessoa esta said...

Nunca é sempre nossa.

17/8/08 13:59  
Blogger Moon_T said...

aceita os pedaços de alma que são só teus.
o destino de ninguem é ser escravo.
Acorda!
Grita!
Vive.




obrigado

18/8/08 18:14  
Blogger pin gente said...

não vou deixar-me afogar neste rio que a minha alma não entende
ficarei à tona d'água apesar da inquietação que me tomou
não entendo eu nenhum rio cujo caudal se revoltou
e o teu rosto... já o vi por aí, não sei porque não me fiz presente



gostei do teu blog, sei que voltarei... talvez porque a tua alma nem sempre foi tua.

abraço
luísa

18/8/08 22:39  
Blogger Estranha pessoa esta said...

Grande som....
...


...

19/8/08 01:58  

Enviar um comentário

<< Home

online