In§tante§ ð'um £ouco

Liberto o meu último rugido
Pancada de dor, grito
Pranto de abandono...
Despeço-me do efémero
Atravesso o mundo, alheio, voo
E nas águas calmas que irrompem dos meus olhos
Acrescento ao Mundo outro mar
Onde iço velas
E prossigo uma história que já foi minha.

Faço do vento
Brisa que nasce em mim...

12 Comments:

Blogger gasolina said...

Espero que não aproveites a brisa e te ponhas ao largo...

9/4/08 22:37  
Blogger della-porther said...

nada como o vento...que leva.....



beijos

della

10/4/08 02:43  
Blogger Brain said...

GRITA!
SENTE!
VIVE!

Liberta...
E prossegue!

Abraço.

10/4/08 17:06  
Blogger M@nza said...

... "Faço do vento
Brisa que nasce em mim..."

Brisa essa que acabou em tornado??

11/4/08 00:11  
Blogger .*.Magia.*. said...

Crazy Boy, fizeste-me lembrar a Lei do Eterno Retorno de Nietzsche...

"E se um dia ou uma noite um demónio se esgueirasse na tua mais solitária solidão e te dissesse:

"Esta vida, assim como tu agora a vives e como a viveste, terás de vivê-la mais uma vez e ainda inúmeras vezes: e não haverá nada de novo, cada dor e cada prazer e cada pensamento e suspiro e tudo o que há de indivisivelmente pequeno e de grande na tua vida há de retornar a ti, e tudo na mesma ordem e sequência - da mesma forma que esta aranha e este luar entre as árvores, e da mesma forma este instante e eu próprio. A eterna ampulheta da existência será sempre virada outra vez - e tu com ela, partícula da poeira!".

Não te lançarias ao chão e rangerias os dentes e amaldiçoarias o demónio que te falasse assim?


Andais mui filosófico!

:P

11/4/08 19:05  
Blogger Barqueira said...

Poema que fala de brisa com fúria de furacão.

Excelente! Já tinha saudades desta intensidade "louca", em Lisboa. :)

11/4/08 21:43  
Blogger 2Pintas said...

cada palavra que aqui escreves faz parte integrante da tua alma... constroi um Louco lúcido!
adorei! beijinhos

12/4/08 13:03  
Blogger Louco said...

Faz muitas loucas luas que não voava por aqui, gostei de ver que a tua loucura rodopia melhor que nunca, fica bem
Agur

12/4/08 13:50  
Blogger Papoila said...

Olá senhor Louco!
Uma brisa que revela o teu louco furacão.
Gostei desta intensidade!
Beijo

14/4/08 12:16  
Blogger muguet said...

voa alto, tão alto como os limites da tua imaginação...

beijo, a círculo de vida

16/4/08 00:00  
Blogger Papoila said...

Acrescentas mar de palavras que a brisa nos sussurra....

BF

19/4/08 21:16  
Blogger 2Pintas said...

passei por aqui para desejar um fim de semana louco! beijinhos

20/4/08 15:43  

Enviar um comentário

<< Home

online