In§tante§ ð'um £ouco

Tudo gira
Na órbita dos meus olhos...
Contemplo a dor
Ferida mansa que não sara.
Provoco-me!
Massacro o sangue seco
Que entre os dedos
Já não escorre.

Quanto mais estendo a mão à vida
Maior é o vazio que a rodeia...

13 Comments:

Blogger Obsession said...

Quanto mais conheço a tua loucura
Menor é o caminho que me leva a ti...

:)

10/1/08 01:17  
Blogger © Piedade Araújo Sol said...

Olá

Se o sangue está seco, ainda há esperança...

continuas fiel ao teu estilo, que de louco nada tem...

basta saber ler...

12/1/08 09:27  
Blogger adc said...

A dor... :(

Beijo

12/1/08 18:49  
Blogger Rosa Brava said...

Passo
lentamente
como vulto
de sal e areia,
envolta no luar
que permanece
em meu olhar...

Passo
lentamente
por entre
mares e marés
de palavras
entregues
ao som da maresia...

E nesta viagem
em que sou vulto,
onda e areia,
mulher,
palavra,
aqui permaneço
estrela cadente
em noite de
lua cheia...

Um abraço e FELIZ 2008 ;)

13/1/08 18:30  
Blogger muguet said...

só para dar um olá tímido :) e dizer que gosto de vir aqui... gosto da cor das tuas palavras.
obrigada por elas.

14/1/08 01:12  
Blogger Desassossego said...

Onde está o Louco... tanta sanidade, tanta lucidez de palavras e sentires...
Beijo doce.

15/1/08 11:03  
Blogger MªJosé M. said...

Há feridas que não saram?!
Sempre esse retorno à memória...
É!Ou será que não??
Cicatrizes??
Doem as que não se vêem!
Cosidas à pressa, a linha fica presa e nem sempre há tesoura à mão para fazer o corte (da linha!)
Nas mãos, a Vida e o preencher de vazios que acontece (as vezes).

Um beijo

15/1/08 13:35  
Blogger NARNIA said...

A poética e sombria evocação das dores, solidão ausencia desolação...

16/1/08 20:03  
Blogger Thiago Forrest Gump said...

Louco, toma cálcio, isso passa!

16/1/08 23:25  
Blogger MªJosé M. said...

É!!!
Toma lá o calcio ou o que for!!
E,tudo passa!!!
(mesmo o que sempre fica :) )

17/1/08 07:50  
Blogger Joaquim Amândio Santos said...

o que é o conhecimento?

visão directa do corpo e da atitude?
prolongado caminho nem que condutor à saturação encapotada?

Vivência superficial feita de fait-divers e não de curiosa partilha sem hora nem condicionalismos marcados?

Será assim tão impossível iniciar o conhecimento na distância? julgo que não e defendo tal desiderato.


ASSIM AQUI DEPOSITO A MINHA HOMEGAEM AOS BLOGGERS, ESSES ALADOS TRANSMISSORES DE LAÇOS DE PARTILHA!

18/1/08 15:23  
Blogger gasolina said...

Massacrar sangue seco pode fazer com que a ferida volte a rasgar.
...E a doer.
Mais do que a 1ª vez.

19/1/08 07:18  
Blogger Pedaços de mim said...

A ferida, essa nunca deixa de doer...

Bjto

20/1/08 22:43  

Enviar um comentário

<< Home

online