In§tante§ ð'um £ouco
Arranca-me bocado a bocado
Rouba-me a razão que me cala o peito
Não quero sorver o ácido amargo
O veneno insano que verte de mim.

Torna-me leve
Veste-me de sonhos...

10 Comments:

Blogger .*.Magia.*. said...

Crazy Boy

Barapampampararam
Barapampampararam

Bora lá voar...!

Barapampampararam
Barapampampararam

Deixo um leve kiss... levezinho, inho , inho!

18/6/07 01:57  
Anonymous mariana said...

Há muito tempo que aqui não vinha. continuas a escrever tão bem. :)

18/6/07 02:39  
Blogger Tânia Pereira said...

Bonito assim sobre o branco!

18/6/07 03:01  
Anonymous ana. said...

Se te arracam a razão vorazmente, e te faz silenciar por alguns instantes, perca-se nesse involuntário momento e faça-o ser mais que uma quimera.
Beijos Poéticos.
;**

18/6/07 14:38  
Blogger Lya said...

Sinceramente fico sem palavras quando leio os teus poemas. Fico assim com um nó no peito...

beijo

18/6/07 14:58  
Blogger Poeta da Lua said...

veste você se sonhos...
hummm tentador!
despir estes sonhos
e por debaixo da roupagem deles
encontrar o desejo que te leve, e fica leve, meu louco de lisboa!deixarias?!

18/6/07 23:28  
Blogger Alex said...

Ninguém te pode levar a razão.
Só tu!
Seria fácil demais, bastava pedir: por favor, levas-me daqui a razão?


E as duas palavras finais,

Torna-te leve
Livra-te da razão.



Beijo!

19/6/07 18:08  
Blogger Papoila said...

Senhor Louco:
A estranha leveza que os sonhos conferem ao ser... a loucura não o prende... vista-lhe as asas...
Beijos

19/6/07 19:20  
Blogger louca consciente said...

Fizeste-me rir com a de estalar os dedos!!!

Beijo Louco

19/6/07 22:02  
Blogger belakbrilha said...

sonhar!!!
faz bem à alma?
já nem sei se faz
ou se o sei fazer!

Uma imagem lindissima

bjs

21/6/07 00:28  

Enviar um comentário

<< Home

online