In§tante§ ð'um £ouco
Nem sei
Que me
Desgosta
A alma.
Suposta
Dor que
Doi
Realmente...
Como uma
Ave
Em queda
Num céu
Calmo,
Afogo-me
No meu
Ser.
Lá,
Encontro
Memórias
De mim...

16 Comments:

Blogger .*.Magia.*. said...

Olá Crazy Boy...
...nem nós sabemos o que poderemos encontrar no fundo de nós...
Nem nós...
Se houvesse um mapa, perderiamos todo o encanto!

...

Daimon Rice...
Gostei!

Beijo-te...

15/5/07 01:54  
Blogger Thiago Forrest Gump said...

Sinto a baixa temperatura!

15/5/07 04:36  
Blogger Azul said...

Ao ler este texto lembrei-me de uma frase de uma canção que diz:

"Escuto no silêncio que há em mim e basta."

Beijo
Azul

15/5/07 12:11  
Blogger Desassossego said...

Lá estão as respostas, lá está a verdade...
Beijo doce...

15/5/07 12:36  
Blogger Cleopatra said...

Memórias em ti ou de ti
Uma espécie de hipnose...
De busca do desconhecido mas que conheces..

Ainda não escreveste sobre a foto que te ofereci lá na minha moon.
Está em quarto minguante. CUIDADO!

15/5/07 19:13  
Blogger Cleopatra said...

Porque é que agora tenho de me contentar estupidamente com a ultima postagem apenas??

15/5/07 19:13  
Blogger adc said...

Não asfixiar por dentro, pelo preterido... haverá muito mais a respirar.

bjs desarrumados da adc

http://poemasdesarrumados.blogspot.com

15/5/07 22:06  
Blogger Thiago Forrest Gump said...

Sinto o ar rarefeito...

15/5/07 22:36  
Blogger Brain said...

E no encontro das nossas memórias,
Por vezes,
Muitas vezes,
Encontramo-nos a nós próprios.

Abraço.

16/5/07 11:41  
Blogger DarkMorgana said...

Convém é não passar demasiado tempo com as memórias do passado e fazermos nós as nossas memórias do futuro....
Jinhos

16/5/07 14:37  
Blogger Papoila said...

Senhor Louco!
Isto é um "meme" memórias de si que encontrou e nos transfere...
Beijo

16/5/07 16:55  
Blogger 2pintas said...

adorei a música!
...se quiseres empresto-te uma boia e umas braçadeiras...é o mínimo que posso fazer!..não quero que tu te afogues!!!
e depois quem nos conta todas as suas lindas loucuras!?
;)

16/5/07 17:47  
Anonymous mj said...

Um navegar pelo mundo interior,
no (re)encontro com tudo quanto guardamos.
A dor, a alegria...
tudo o que apenas cada um de si
sabe,
sente, ri ou chora...
lembra ou não esquece.
O sonho ou o real,
no pensamento ou num "afogar" / "lavar" de alma!

Magnífica a ligação entre palavras, som e imagem.(Como sempre)
Tudo de bom.

Beijos

17/5/07 01:58  
Blogger Ana Rita said...

(...)

17/5/07 02:06  
Blogger Estranha pessoa esta said...

A mim faz-me mais sentido ler do fim para o princípio... principalmente porque acaba em 'Nem sei' e isso é que faz todo o sentido!

17/5/07 04:13  
Blogger Paula Raposo said...

Gostei de te ler. Beijos.

20/5/07 13:08  

Enviar um comentário

<< Home

online