In§tante§ ð'um £ouco
Deito-me no meu consciente
Como se fosse a última noite...
Tudo me vem ao pensamento
Como se dentro de mim
Um maremoto erguesse todo o sentir.
Reencontro a criança
Que repousa na orla do silêncio
Lá, onde o tempo se invalida e renova.

Habito o espaço onde o estar é ser...

16 Comments:

Blogger .*.Magia.*. said...

Olá Crazy Boy...
Viagens dessas são sempre refugios...
São sempre reencontros em terras de calma pintadas de cores intensas...
São cores de emoções que se escondem entre as nuvens do tempo, tantas vezes sem sabermos muito bem porquê...

...

Um beijo XL para ti...

(Se vires a Bjork, diz que lhe mando um beijo...gostei de ouvir a voz dela por aqui...)

:P

19/4/07 14:06  
Blogger Luciana said...

E é tão bom reencontrar a criança que habita em nós!! Ainda bem que assim foi, a viagem valeu a pena! :)

Beijos

19/4/07 14:21  
Blogger João Cordeiro said...

Com um bafo de loucura te deixo este post.
DESAFIO:

O meu novo livro já tem título. O enigma é saber se alguém acerta, após a leitura da síntese que apresento.
Uma pequena ajuda... a foto... e o texto.
O título está entre "eles"...
O primeiro a acertar, terá como prémio o original devidamente autografado.

João Cordeiro

19/4/07 15:22  
Blogger coisas que se pensam said...

de facto esta menina fazia falta nestes instantes... porque também ela é um instante de loucura!
De resto, gosto de tudo que faça reerguer o sentir! de tudo o que nos aproxime da criança.
uma coisa para ti!

19/4/07 16:39  
Blogger Papoila said...

Olá Senhor Louco!
Que instante mágico este em que reencontra a criança que o habita lá onde o tempo se invalida e renova... Que é o tempo? Que importa o tempo. Está assim porque É!
Beijo

19/4/07 19:07  
Blogger sonhadora said...

nas madrugadas sonho com a magia da vida.
Beijinhos embrulhados em abraços

19/4/07 19:26  
Blogger Estranha pessoa esta said...

(In)temporal

20/4/07 03:22  
Blogger Paula Raposo said...

Será bom esse maremoto?! Não sei. Beijos.

20/4/07 14:20  
Blogger Brain said...

Essa, é uma das descrições mais completas e abrangentes que já li sobre o que acontece quando, diariamente, deito a cabeça na travesseira.

Abraço.

20/4/07 15:42  
Blogger Enfim... said...

Beijokas e bom fim semana

20/4/07 17:56  
Blogger Cleopatra said...

Gosto da música!!!!MUITO!!

20/4/07 18:09  
Blogger Poeta da Lua said...

penso...
onde o seu estar é ser.
penso...
seu estar é ser.
então você é, estou a sintí-lo...
ser.
um abraço e um sorriso!

20/4/07 22:19  
Anonymous .*.magia.*. said...

Ora bem...

Há exactamente 150 minutos que este comentário espera pela minha intervenção...

Aqui estou eu Crazy Boy!

Desta vez para te dizer que imagino que teu sorriso seja muito mais luminoso nesse reencontro com a criança que repousa na orla do teu silêncio...
É por isso que é lá que o tempo se invalida e se renova, porque sorris como sorri uma criança...

:) :) :) :) :) :) :) :) :) :) :) :) :)

Deixo-te treze sorrisos!

21/4/07 00:49  
Blogger Claudia Perotti said...

Eu adoro as imagens que escolhes para ilustrar os teus textos. Mas gosto ainda mais dos textos que traduzem as imagens ... risos

Beijinhossss

21/4/07 15:16  
Blogger non said...

que bem habitado está este poema! :)

21/4/07 20:30  
Anonymous dhyana said...

Interessante reencontro. Espero que te sintas renovado.
beijos

22/4/07 20:59  

Enviar um comentário

<< Home

online