In§tante§ ð'um £ouco
Energia de forma ainda indeterminada...
Luz que não chega a ser centelha...
Transcendência que não se concretiza...

Natureza que pára, e chora.

23 Comments:

Blogger .*.Magia.*. said...

Bom dia Crazy Boy...
Estou pasma...hoje tinha-me lembrado desta musica...!
Sou-me na cabeça e...agora chego aqui e oiço-a!!!!

Tu és mágico!
Ou então és hacker dos meus pensamentos...!

Introspecção nas tuas palavras...!
Também me fico por ela, pela introspecção...

Um beijo para ti e aviso já que saio sem pensar em nada...não vás tu surrupiar-me outro pensamento dos meus...

...como fizeste?
Hummm??????

Vá...ok, deixo mais um beijo pela loucura que levo em mim!

27/3/07 00:15  
Blogger Estranha pessoa esta said...

E tanta energia envolvida... para depois.. chorar.

27/3/07 00:58  
Blogger Estranha pessoa esta said...

E o sonoro... pois é isso é!

27/3/07 00:59  
Blogger Luciana said...

Bom dia! Desculpa a intromissão mas queria felicitar-te pelo blog. Gostei do aspecto dele.
Das tuas palavras... adorei! :)
Beijps

27/3/07 10:40  
Blogger Brain said...

...natureza que pára e chora,

Pela falta do brilho desse olhar,
Que por dessa face não irradiar,
Faz com que por aqui fiquemos a esperar,
Até que finalmente o possamos vislumbrar.

Louco... Uma vez mais... EXCELENTE!
Abraço.

27/3/07 11:18  
Blogger mac said...

Tudo pára perante a beleza duma mulher.

27/3/07 11:45  
Blogger Paula Raposo said...

Quando a natureza pára...é. Beijos.

27/3/07 13:41  
Blogger .*.Magia.*. said...

Olá Crazy Boy...
Venho irada ali do Cheers e chego aqui e...

Tenho para mim que ontem as tuas letras não tinham tanta energia...

Ontem soluçavam...ou será impresão minha?

...

Cheers!

27/3/07 17:48  
Blogger .*.Magia.*. said...

Lindo sonoro!!!!
"
oh I feel it comin' back again
like a rollin' thunder chasing the wind
forces pullin' from the center of the earth again
i can feel it."

...

27/3/07 17:52  
Blogger coisas que se pensam said...

(Louco, este meu comentário é uma espécie de parênteses, que aliás vai até entre parênteses, porque não devia estar aqui. Eu sei. Sorry a ti e a todos os outros mas a verdade é que eu tinha que vir aqui agradecer-te o teu comentário acerca das cebolas chochas da D. Ester e das azeitonas do Sr. Mário. Reconheço a trivialidade de ambos perto da energia, da luz e da transcendência mas... pronto... obrigada!
Já agora fico à espera de saber qual é o teu mercado!
Uma coisa para ti. E fecha parênteses)

27/3/07 18:02  
Anonymous Isabel said...

Todos choramos ao ver a natureza parar.
Parar para chorar faz com que rolem mais ainda das nossas lágrimas.
Se como a natureza pararmos para chorar
chorando paramos o mundo...

Muito bonitas as tuas palavras.

Isabel

27/3/07 18:20  
Blogger EuMulher said...

Vim deixar te um beijinho... vim deliciar me com o que escreves e que me põe a reflectir...

27/3/07 18:23  
Blogger Verde said...

Nas asas de louca magia voei neste espaço...

Proféticos comprimentos

27/3/07 20:44  
Blogger Foxylady said...

Olá, vim aqui dar pelo blog da Missixt...
A tua selecção de fotos é excelente...
As palavras que acompanham, leves e simbólicas...


beijosss

27/3/07 21:06  
Blogger Enfim... said...

pode ser um desabafo n?! Bjokas

28/3/07 00:33  
Blogger brisa de palavras said...

nada vida às vezes tão pouco se concretiza...só a morte é certa...
um abraço
brisa de palavras

28/3/07 12:05  
Blogger Azul said...

Quem não chora quando a natureza pára?

Meu beijo
Azul

28/3/07 12:33  
Blogger Desassossego said...

Um quase...

Louco, passo para agradecer as tuas palavras escritas um dia lá em casa... encerrei um capitulo da minha vida... até outro abrigo...
Beijo doce

28/3/07 17:03  
Blogger Alex said...

A natureza não pára ... se parar, é apenas um instante, pequeno que seja, enquanto o pensamento não se decide a seguir.


Beijinho, e sorriso igual ao teu (que foram muitos :)

28/3/07 17:32  
Blogger Som do Silêncio said...

Olá Louco!

Gostei muito do que li...
Excelente escolha musical!

Beijo Silencioso

28/3/07 18:37  
Blogger NARNIA said...

Louco
Hoje fica aqui a minha Vénia sentida!!!

28/3/07 20:32  
Blogger Papoila said...

Senhor Louco!
Continua lindo este espaço. Transcendência concretizada.
Beijo

28/3/07 21:06  
Blogger Cleopatra said...

Quando a natureza chora... há uma alma que se afundou..
Um poema que se agitou..
Um grito a mais que se soltou..
Qdo a natureza chora.... há olhos que dizem que a alma sofre... as mãos sangram...O passado mostra-se...
T/d de bom!

28/3/07 23:28  

Enviar um comentário

<< Home

online