In§tante§ ð'um £ouco
Sonho ter-te nos meus braços
Mas estás sempre tão longe de mim...
Estou sózinho no meio da multidão
Que nem supõe os meus desejos.
Quero sentir o teu calor, tocar-te...
Estou entre a multidão que não posso tocar.
Quero beijar-te
Não sinto o sabor dos teus lábios...
Quero segurar-te as mãos
Não consigo alcançar o invisivel...
Foges de mim
Como a presa do caçador.

...Estás além dos meus sonhos...

49 Comments:

Blogger Teresa Durães said...

os amores impossíveis são sempre tentadores... por serem impossíveis...

(não têm defeitos, nada há a apontar, deliciosos, em suma)

nada como um bom sonho

espero que aq realidade não te caia em cima de repente!

boa noite!!

há muito que não ouvia os ah-ah!

26/10/06 00:20  
Blogger Kalinka said...

Louco de Lisboa

Muitos Parabéns por esta tua forma de te expressares...
Oh...quantas vezes é isso mesmo, estou sózinha no meio da multidão!
Pois...os sonhos...os sonhos.

Gostas de «macarrão»???
Se sim, vem ter comigo para te deliciares com uma salada de macarrão e, não só.
Abraços.

26/10/06 00:23  
Blogger Bandida said...

Louco... os loucos também estão sempre para além dos sonhos...




Abraço!
__________________________

26/10/06 00:38  
Anonymous Anónimo said...

Perdoa, só mudei uma letra e coloquei uma virgula!

«... Estás além, nos meus sonhos...»

Por vezes, conseguimos alcançar o sonho, na realidade que está mesmo ao nosso lado!
Quase ao alcance de um momento sem tempo, no tempo certo de um instante...
Um beijo,
f.l.

26/10/06 01:19  
Blogger (L)oca said...

Fiz deste espaço mais um refugio diário...é o meu cantinho da sala, boa musica melhor leitura...
e sonhos comuns.
inté...

26/10/06 09:30  
Blogger Trivialidados said...

Se fores paciente vais alcançar.

26/10/06 10:49  
Blogger Vida said...

Solidão... multidão... todos os males desta era actual, quem não os sente???

Bom dia para ti.

26/10/06 11:41  
Blogger Poesia Portuguesa said...

Meu Caro Poeta "Louco"... tenho o prazer de o informar de que o Poema que foi postado ontem no Poesia Portuguesa, de sua autoria, já está afixado também nesta página...

http://ustidesigner.over-blog.com/

Parabéns por isso!!!

Um abraço ;)

26/10/06 11:55  
Blogger rui said...

Olá Louco de Lisboa
Que grande paixão é a tua. É linda, toca os mais insensíveis. Como o amor é louco!
O problema é quando, essa paixão é proibida.
Ânimo, a causa não está perdida.
Um abraço amigo

26/10/06 12:03  
Blogger Paula Raposo said...

Gostei das palavras e da fotografia...Beijos.

26/10/06 12:11  
Blogger Mixikó said...

OLá...gostei...

P.S. não imaginas como me fizeste rir, com o teu "atão paramos em 1930?"...beijos

26/10/06 12:32  
Blogger Desassossego said...

Hummmm... assim sentir-te, envolver-me nos teus beijos e abraços... sentir o calor do teu corpo... o cheiro que libertas quando estas assim em mim, comigo... sinto-te, sonho-te, invento-te minha...meu...

Tão linda a tua loucura, tão intensa...
Sonha e alcança....
Um xi grande...

26/10/06 12:41  
Blogger anjoedemonio said...

amigo e há melhor que sonhar?

agora, convém ter uma rede, não vá o acordar ser um trambolhão maior que o sonho!:)))

26/10/06 13:02  
Blogger mac said...

Há dias assim, em que nos sentimos sós, estando rodeados de pessoas, e que parece que os sonhos nos escapam. Não te canses de os perseguir...

26/10/06 13:20  
Blogger Andreia do Flautim said...

Que alcances o amor dos teus sonhos;)

26/10/06 14:39  
Blogger Teresa Durães said...

p.s: já tiveste sorte? ;)

26/10/06 14:42  
Blogger Betty Branco Martins said...

Olá Louco de Lisboa

Acabei de conhecer o teu "espaço"

Muitos Parabéns!

Deslizo
nas tuas palavras
como
...chuva mansa
que paira no ar...

Fica a certeza que voltarei:)

Beijinhos

26/10/06 15:18  
Anonymous Anónimo said...

Bem... Hoje fiquei muito surpreendida com o que aqui encontrei!!!
Em primeiro, a música! Adoro aquela música! Na minha adolescência fui fã dos a-ha! Aliás, até tive uma paixoneta platónica pelo cantor! Mas enfim... adiante que isto não interessa nada.
E depois o poema!... Foi uma grande surpresa porque está numa linha diferente daquilo que tenho vindo a ler! Mas gostei muito! Os poemas de amor são sempre muito agradáveis de ler e mexem connosco! E depois está muito cristalino...
Soube-me bem!!!

Beijinhos.

26/10/06 15:43  
Blogger Ari said...

E em vão, procuro-te de olhos fechados
Por atalhos errados e caminhos sem luz.

Um beijinho

26/10/06 16:35  
Blogger Papoila said...

Sonha Louco poeta apaixonado de aquém e além sonho.
Gostei.
Beijo

26/10/06 16:53  
Anonymous  said...

somos feitos dessa substância .. que ao mesmo tempo mora dentro de nós e está tão longe .. sonho! e depois já disseram que longe é um lugar que não existe ...

26/10/06 17:35  
Blogger anrasaxa said...

muito bUnitU :) o texto e a musica que escolheste dos A-ha..

26/10/06 19:31  
Blogger Memórias de Um Sorriso Luso said...

Sabes,tento adivinhar-te enquanto pessoa ...és intrigante !

"Obrigas-me " a vir aqui todos os dias...why?

26/10/06 21:31  
Blogger Louco de Lisboa said...

Why not??

(não resisti...)

26/10/06 22:02  
Blogger Teresa Durães said...

(eu já li isto....)

27/10/06 00:13  
Blogger Do éter para o éter said...

'Conta a lenda que dormia
Uma Princesa encantada
A quem só despertaria
Um Infante, que viria
De além do muro da estrada.

Ele tinha que, tentado,
Vencer o mal e o bem,
Antes que, já libertado,
Deixasse o caminho errado
Por o que à Princesa vem.

A Princesa Adormecida,
Se espera, dormindo espera.
Sonha em morte a sua vida,
E orna-lhe a fronte esquecida,
Verde, uma grinalda de hera.

Longe o Infante, esforçado,
Sem saber que intuito tem,
Rompe o caminho fadado.
Ele dela é ignorado.
Ela para ele é ninguém.

Mas cada um cumpre o Destino -
Ela dormindo encantada,
Ele buscando-a sem tino
Pelo processo divino
Que faz existir a estrada.

E, se bem que seja obscuro
Tudo pela estrada fora,
E falso, ele vem seguro,
E, vencendo estrada e muro,
Chega onde em sono ela mora.
E, inda tonto do que houvera,
à cabeça, em maresia,
Ergue a mão, e encontra hera,
E vê que ele mesmo era
A Princesa que dormia'

Fernando Pessoa

27/10/06 02:05  
Blogger Memórias de Um Sorriso Luso said...

Vês? voltei!
E porque não, se és ópio para os sentidos...

sweet dreams ... :)

27/10/06 02:34  
Anonymous Daniela Mann said...

No amar-ela há um bolinho à tua espera!
Beijinhos

27/10/06 02:48  
Blogger saltimbanco said...

Belo o instante.

:)

Abraço

27/10/06 03:06  
Blogger Estranha pessoa esta said...

E o visível?

27/10/06 04:41  
Blogger Bruna Pereira said...

A distância mete medo.
Por isso está sempre escondida no longe.
:)

27/10/06 10:57  
Blogger rui said...

Bom dia...Louco de Lisboa
Já sei que estiveste a ver o mar, mando-te um abraço nas ondas.
Bom fim-de-semana

27/10/06 10:59  
Blogger anjoedemonio said...

a escolha de fotografias é extraordinário, parabéns!

27/10/06 12:19  
Blogger Teresa David said...

Cheguei aqui via "Poesia Portuguesa" e gostei tanto do que li e vi que vou ficar cliente.
TD

27/10/06 13:54  
Blogger Little Girl said...

Andamos os dois a sonhar....e como isso nos faz bem....adoro a música...

Beijinhos grandes e doces

27/10/06 14:07  
Blogger greentea said...

se nao vem , nao e o momento para vir...
vira mais tarde sob outra forma

um beijo doce. soube-me bem esta musica...

27/10/06 15:10  
Anonymous Anónimo said...

O tempo passa, a vida esmorece, mas…

No compasso lento das horas
Numa corrida contra o tempo
Marco presença mesmo
Que seja só para desejar
BOM FIM DE SEMANA!!!

Beijos
Nadir

27/10/06 15:22  
Blogger Vida said...

Boa reflexão para o fim de semana.

Beijinhos.

27/10/06 16:30  
Blogger Polly Jean said...

Falei de loucura e vim aqui parar. A foto de baixo é fabulosa...autor?

27/10/06 16:42  
Anonymous Sereia said...

Olá Louco de Lisboa....
Vi aqui te vesitar novamente.
Vejo que continuas na mesma...
Quanto ao resto nada tenho a comentar.
Quero desejar-te um bom fim de semana.
Beijo Sereia

27/10/06 18:29  
Blogger Francieli Rebelatto said...

Estou sim alé dos teus sonhos, diria na verdade que além do mar. Mas jamais fugiria de ti...

Amores improváveis, não saõ tão improváveis, quando temos coragem de nos lançarmos nas águas deste imenso mar...

Não esquece estou a ate esperar...

hhhehehe..Beijos e um ótimo final de semana...

27/10/06 20:52  
Blogger Pri =) said...

Lindo texto... Parabens pelo blog! Conheci hoje mas provavelmente voltarei outras vezes! Beijinhos!

27/10/06 21:20  
Blogger Bia said...

Depois passar pelo blog da Poésia Portuguesa, não resisti em passar por aqui, porque plantas sonhos...
Adorei ler "não consigo alcançar o invisivel..." se calhar vês com o coração.
mesmo lindo.

27/10/06 22:33  
Blogger Teresa Durães said...

(ainda??? ai que preguiça!!!!)

28/10/06 00:14  
Anonymous Anónimo said...

Amei tudo menos o fim...louco, não me coloques ainda mais triste. Louco não é quem sonha, é quem até nos sonhos coloca travões. Louco por amar e a dizer que estás além dos meus sonhos. A minha terra da minha vida já tem no nome liberdade...a minha terra dos sonhos , essa não tem limites.
"na terra dos sonhos podes ser quem tu és, ninguém te leva a mal...
Na terra dos sonhos toda a gente trata a gente toda por igual.
Na terra dos sonhos não há pó nas entrelinhas e ninguém se pode enganar.
Abre bem os olhos e escuta bem teu coração, se é que queres ir para lá morar" Jorge palma "Na terra dos sonhos"
Louco, aqui também é o meu ponto de abrigo, não me condenes à realidade com sonhos inacessíveis. Pensa nisto ok?

29/10/06 20:09  
Blogger 2pintas said...

como era de esperar só pude agora postar!
...por vezes, tb eu tenho essa sensação de que no meio da multidão me sinto tão só!...

29/10/06 23:27  
Blogger Cleopatra said...

BOM POST
ALIÁS ÓPTIMO POST.
Gostei MUUUIIITTTOOOO.
Do olhar e do poema.

29/10/06 23:35  
Blogger Miudaaa said...

espero... que acredites nos teus sonhos, tornados realidade!

1 beijo da miudaaa

30/10/06 19:19  
Anonymous tb said...

É bom correr atrás dos sonhos e voltar a sonhar, sempre!
Gosto da candura e sensibilidade da tua escrita.
beijo

31/10/06 22:06  

Enviar um comentário

<< Home

online