In§tante§ ð'um £ouco
Permaneço no silêncio incerto e apagado.
Desprovido de animo de sonho de alma e de salmo
Estou no fio que dispersa o meu universo mensurável e tempificado
Do que não consigo julgar nem medir nem criar.

Disperso, protejo-me de mim...

50 Comments:

Blogger Miudaaa said...

primeiras...!!! :-)

toco o sino...
suave... suavemente... e digo-te ao ouvido... estou aqui...!!!

Como se a importância do meu ser no teu universo fosse mesurável.

Sou a primeira. Hoje sou a primeira.

1 beijo_a_voar

16/10/06 01:43  
Blogger Miudaaa said...

*mensuravel...
(sorry)

16/10/06 01:48  
Blogger .*.Magia.*. said...

Olá Louco!
Morremos sempre um pouco quando estendemos a mão e não conseguimos agarrar o que procuramos, mesmo sem saber o que procuramos, mesmo sem saber em que direcção estendemos a mão!
Morremos sempre um pouco quando a força para estender a mão já é tão ténue que nem o fio que nos prende á vida é suficiente para nos desatar da letargia onde nos deixamos embrulhar...

Bom, já me estendi!

Linda Foto:)

Kiss For You Crazy Boy

16/10/06 02:34  
Blogger .*.Magia.*. said...

Ah...voltei para dizer que compreendo que te sintas assim, afinal...já não estás na minha montra ;)

Acredito que seja doloroso para ti...

ehehheh

16/10/06 02:36  
Blogger Teresa Durães said...

(compreendo, é segunda...)

O que não conseguimos julgar, medir e criar não nos mata. Também não nos acrescenta. Não é nosso, simplesmente.

O que sei da vida de alguém que nunca viu as cores? contudo não morro. ou de alguém que nada viu porque nasceu cego?

(fecho os olhos e imagino? não é o mesmo)

da guerra? nunca a vivi.

mas não morro. todos temos a nossa parte e uma história para contar. essa sempre chega.
bom dia

16/10/06 10:23  
Blogger .*.Magia.*. said...

Olha lá Ó Louco!
Vais á loja, abasteces-te, chegas á caixa e não pagas tudo o que levas no saco????
Mas o que vem a ser isto, posso saber?

Louco de Lisboa diz: (...)são pedaços de... ("calei")???

Calaste?
Porque calas?
Hummmm?

Já sei, deve ser porque tens um sorriso de orelha a orelha e não consegues falar, estás feliz com o dia de hoje....é que tal como tu dizes:
"HOJE ESTÁ UM DIA LINDO!!!!!!"

"FAXAVOR" de ires completar o comentário...ok?

Beijoka molhada de CHUVAAAAA (isto hoje por estes lados parece o dilúvio)

16/10/06 10:52  
Blogger rui said...

Olá Louco de Lisboa
Parece que andas às escuras e que não sabes o caminho, Vê-se logo, ficas desanimado. Já vou resolver o assunto, vou perguntar à magia se pode preparar umas caipirinhas para ver se te animas. Se não resultar, mais disperso não podes ficar.
Saudações da Madeira
Um grande abraço

PS. Oh Louco, isso não se faz, deixar a miúda com água na boca.
Vai lá, acabar o comentário, não faças a magia sofrer.

16/10/06 11:44  
Anonymous Anónimo said...

Há dias em que não nos encontramos... Olhamos para dentro e já não sabemos quem nos habita...

Vou tentar dar alma musical ao meu cantinho! Então é que vai ser um mar de melancolia... Veremos...

Beijinhos.

16/10/06 11:45  
Blogger (L)oca said...

O silêncio impera cá fora, mas dentro, no fundo da alma à vozes que gritam, que exigem uma mudança, querem-se soltar deste involucro.
Querem a felicidade que não temos, a perfeição que não sabemos se existe, um amor...

"acredito na existencia da esperança, mas não para nós" Kafka

16/10/06 12:14  
Blogger Trivialidados said...

Louco boa semana. Grita para fora que estas aqui e que não morreste, liberta o que há em ti.

16/10/06 13:35  
Blogger Vida said...

Isso é o dá passar a noite a tomar notas, fumar e muito e depois marcha o remédio para a tosse...

Beijocas.

16/10/06 13:48  
Blogger Alex said...

Não saiu :(
Não podes querer tudo ...

Protegermo-nos.
Isso é uma coisa que eu sei fazer muito bem, e às vezes, inconscientemente.

Beijo, boa semana!

16/10/06 14:24  
Blogger Lilliput said...

derrubas-me com esta musica, e voltas para me emporrar com estas paavras...
que violencia!
já aprendeste a proteger-te de ti?
Dás explicações? Quanto é?

16/10/06 14:32  
Blogger missixty2000 said...

Este blog está a ficar com um gostinho gótico! ehehe
Este post está divino!
beijos da miss

16/10/06 14:52  
Blogger .*.Magia.*. said...

E depois queres que eu te desempare a loja????
Antes lia-se: "Disperso, morro dentro de mim..."
Agora lê-se:"Disperso, protejo-me de mim..."
O meu comentário LÀ em cima não faz sentido nenhum...
Será que sou eu que estou a ficar louca?... Ou será que és tu que andas a fazer magias com as palavras????
Andaremos com as patentes trocadas, ou é impressão minha ?

No kiss For you Crazy/Magic Boy

16/10/06 15:05  
Blogger weg said...

Projetar-me de mim, aí está o que me apetecia, mesmo!

( ser gótico está mesmo a ficar moda? tenho de correr à roupa preta que já usei durante anos...)

:)

boa semana.

muito bom.

16/10/06 15:12  
Blogger Bela said...

Bela musica, belo texto e respectiva imagem...Para começar bem a semana.:)

16/10/06 15:17  
Anonymous aware said...

Sim...eu sei e acredita quando te digo que é no silêncio que uma alma dispersa se encontra e purifica.Só te protejes do mundo e mesmo assim aqui te encontro quando te procuro.Não é um desespero é apenas uma espera...não te protejas.Alcança na escuridão...*

16/10/06 15:34  
Blogger SoniaMoutinho said...

Cruzei-me com o teu blog por acso do destino e fiquei "agarrada", sem saber se pelas imagens, se pelo som, se pelo que escreves ou pelo modo como o escreves!! Parabéns por este "canto" igual a tantos outros, mas diferentes dos demais. Já "te" adicionei aos meus favoritos.
Sonia M.

16/10/06 16:41  
Blogger Janine Bettencourt said...

Tento sempre comentar-te mas as minhas palavras ficam presas aqui nas teclas e não saem.
Gosto muito daquilo que encontro aqui, tens uma escrita leve e acessível.
Este teu último post tocou-me de uma forma diferente, é que nós devemos proteger-nos sempre de nós mesmos... porque somos os nossos piores inimigos.
Jana Bettencourt

16/10/06 17:19  
Blogger Mixikó said...

Protejo-me...daquele que me ousa alcançar...beijos...gostei

16/10/06 17:21  
Anonymous  said...

sem rede de proteção!
sem internet e apagão ...

16/10/06 17:55  
Blogger Papoila said...

Senhor Louco!
No silêncio profundo proteges te dos ruídos do mundo... e mergulhas em ti mesmo... aí os teus gritos dispersos acordam te e proteges-te de ti...
Gostei de analisar passo a passo este instante...
Beijo

16/10/06 18:01  
Blogger Andreia do Flautim said...

Muitas vezes temos de proteger-nos de nós próprios. Quando o coração quer uma coisa e a cabeça outra...

16/10/06 19:41  
Blogger Giorgia said...

"Disperso, protejo-me de mim..." ora ai está uma frase que eu tenho de repetir permanentemente pra ver se chego ao fim do dia inteira!

beijinhos

16/10/06 20:30  
Blogger brisa de palavras said...

As vezes protegermo-nos de nos ainda e mais dificil que protegernos dos outros...a protecção é insatntiva ao ser humano...

um abraço

brisa das palavras

16/10/06 22:18  
Blogger Maria P. said...

"Disperso, protejo-me de mim..."

Contradição.


Beijo dos silêncios de Maio

16/10/06 22:58  
Blogger Delfim Peixoto said...

Sou louco...tbm!
Mas a tua loucura é saudável e é bom passar aqui.
abraço

16/10/06 23:21  
Blogger 2pintas said...

xisssssssssssss...louco tu também! no silêncio! talvez seja melhor colocares uma pausa e descansares eheheh...pois talvez seja melhor protegeres-te de ti próprio:]
beijinho e voltarei ;)
:********************************
a musica tá um espectáculo

16/10/06 23:22  
Blogger Papoila said...

Olá Senhor Louco!
Eu dispersei-me no silêncio dos jardins desertos dos sonhos de Outono em danças de roda com as folhas vermelhas que brincam com o vento... e vim ouvir a música para me proteger de mim...
Beijo

16/10/06 23:51  
Blogger greentea said...

deixa-te entao inundar pelo raio cosmico e voa com ele numa nuvem de amor

um beijo

17/10/06 08:47  
Blogger rui said...

OLÁ...bom dia
Passei para reler, também ouvir mais uma vez aquele som fantástico do baixo, e desejar um óptimo dia.
Saudações da Madeira
Um abraço

17/10/06 11:06  
Blogger Bandida said...

a loucura é uma espécie de instante permanente na vida. A vida sem ela não tem graça nenhuma...:)

Abraço!

17/10/06 13:38  
Blogger rosachok said...

não te protejas... abraça os sonhos, as cores, as nuvens... não se julgam, nem se medem...
Não te protejas... projecta-te para ti... é infinito ;)))

Beijinhos infinitos

17/10/06 14:31  
Blogger Kitty said...

Que prazer ler os teus textos. Muito bonito! Parabéns.
Bjinhos.

17/10/06 15:36  
Blogger Åñäii§ said...

Vagueio, levo-te comigo...

17/10/06 16:58  
Anonymous su said...

..auto-defesa conservada depois das palavras enviadas no silêncio?! Apenas um instante...

Um beijo.

17/10/06 18:52  
Anonymous Daniela Mann said...

Quem está desprovido de salmos, pode ficar assim! Vou oferecer-te o salmo 23

"O Senhor é o meu pastor, nada me faltará!
Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranquilas..." O resto lês tu!
¸.•´¸.•*´¨) ¸.•*¨)
(¸.•´ (¸.•`* Beijinhos da Daniela

17/10/06 21:39  
Blogger Francieli Rebelatto said...

Um belo refúgio fugir de ti mesmo, hummm, acho que não deverias... espero que te encontres então..beijos e uma ótima semana

17/10/06 23:54  
Blogger Som do Silêncio said...

Lindo o que escreveste.
Gostei Louco....

18/10/06 00:14  
Blogger .*.Magia.*. said...

Psiuuuuuuu!!!!
Loucoooooo!!!!!
HOJE ESTÁ UM DIA LINDO !!!!!! e tu continuas escondido atrás do pano?

Kiss absurdamente lógico para ti!

18/10/06 11:41  
Blogger Mixikó said...

Volta...

18/10/06 11:49  
Blogger rui said...

Olá Louco de Lisboa
Bom dia...já basta de permaneceres no silêncio, queremos ouvir e ler mais palavras loucas
Um braço amigo

18/10/06 12:16  
Blogger ≈♥ Nadir ♥≈ said...

permaneço em mim silenciosamente, uma nova caminhada avizinha-se, hoje o dia marca mais o incio de um caminho que traçarei ou não... por mais 12 meses...

beijos

18/10/06 12:25  
Blogger anjoedemonio said...

como sempre o bom gosto da união, musica, imagem, texto!

o único defeito para mim é o eu não saber como comentar tamamha "profundidade"

b&a

18/10/06 12:28  
Blogger Isabel said...

Eu disperso sem me protejer.
Viso sem protecção, sem rede, no entanto tanto me concentro em mim como me disperso de mim como concentro no mundo como me disperso no mundo... ultimamente concentro o mundo em mim.
Somos loucos.
Tantas são as nossas formas de loucura.
Ainda bem todos loucos mas todos diferentes.
E os sãos são todos iguais?

Um brinde à loucura!
Um brinde à diferença!

Isabel

18/10/06 18:37  
Blogger nina sem medo said...

louco, trago-te um presente:

"A poesia é muita alegria, dor e espanto, e um pouco de dicionário."

Khalil Gibran

18/10/06 23:15  
Blogger Cleopatra said...

Mania de querer julgar medir e criar tudo!!!

18/10/06 23:29  
Blogger inBluesY said...

encontra-te amigo, pls!

19/10/06 21:13  
Blogger Besnico di Roma said...

50º Comentário.
Os outros já disseram tudo, faço minhas as suas palavras.
Um abraço e pelo menos despeja o cinzeiro.

23/10/06 13:27  

Enviar um comentário

<< Home

online