In§tante§ ð'um £ouco
Pensar que tudo sei, conforta-me...
Certificar-me que nada sei, destroi-me...
Quantas vezes me iludi e,
Pensei que era mais que os outros.
Agora, porém...
Sei, que nada sei
Que não sou ninguém
Que tudo me destroi
E jamais serei alguém

Procuro na sanidade respostas, mas, é na insanidade que as encontro.
Insano que te julgas sano!

Triste sina d'um louco...

15 Comments:

Blogger Som do Silêncio said...

Ohhh Louco!
Por mais louco que sejas, a tua loucura é uma loucura!
Que sejas sempre assim.

Beijos

3/9/06 01:24  
Blogger Som do Silêncio said...

Gosto muito da imagem.
Reflete bem o que está escrito...
É a minha modesta opinião.

Deixo mais um beijo ao Louco que tanto gosto.

3/9/06 02:09  
Blogger .*.Magia.*. said...

Olá Louco!

Assumir e aceitar o que somos, como somos, o que queremos, e o que não queremos, é meio caminho andado para encontrar o nosso caminho...
Só assim nos encontramos em nós, e nos conseguimos encontrar naquilo que os outros nos podem dar...
Facil falar, dificil fazer...é verdade, mas quando nos aceitamos, o mais dificil já está feito, depois...bom, depois existem "milhentas" possibilidades...é só estender a mão, mesmo em direcção ao vazio. Alguma coisa haverá de lá estar, nem que seja o sal das lágrimas...ou a doçura das recordações...
Não terás concerteza as mãos vazias!
Linda música e lindas palavras as tuas...talvez dos teus posts, o que mais gostei!!!!!

Um beijinho para ti e um mimo de magia!

3/9/06 02:58  
Anonymous Anónimo said...

...
Quando a Vida é o nosso bem mais precioso...
Vestimo-nos com a simplicidade de um sorriso...

MJ

3/9/06 03:37  
Blogger Paula Raposo said...

Um desabafo, o teu. Já gostei mais de outros escritos teus. Beijos, bom domingo.

3/9/06 11:28  
Blogger Musician said...

Adorei o blog!
Muito lindo este poema.

Beijinho*

3/9/06 19:18  
Blogger Luna said...

Descobrires que sabes que nada sabes é de sabio meu amigo,pois quanto mais caminhamos e descobrimos isso, mais perto da verdade nos encontramos, e digo-te também felizes dos loucos que podem ser eles proprios pois sendo loucos ninguem os recriminam.
beijos

3/9/06 19:19  
Blogger Miudaaa said...

Hoje eu sei quem ÉS... hoje revelaste-te um LOUCO, com uma escolha musical simplesmente Divinal...por isso... PARABÉNS.
Um beijo da miudaa_verve

3/9/06 23:43  
Blogger miosotis said...

Ténue fronteira essa - sano/insano...

E ñ será nas respostas q encontrarás o equilíbrio.

bjs

4/9/06 00:58  
Blogger 2pintas said...

penso que nunca ninguém sabe quem realmente é na verdade... até morrer e é o que todos nós fazemos diariamente!...buscamos o nosso eu!
:}

4/9/06 11:23  
Blogger MoonLight said...

As respostas que tão loucamente procuras... estão todas dentro de ti... todas!
Bjs de Luz

4/9/06 21:22  
Blogger Teresa Durães said...

deixa lá, ser-se sano é um aborrecimento....

6/9/06 22:30  
Blogger DarkMorgana said...

Ser-se sano?
Isso cheira-me a sabão azul e branco...
Muito ácido para a minha pele...

8/9/06 00:15  
Anonymous collybry said...

Alguém o serás de certo,mesmo na insanidade tiste d'um poeta louco____________________Meu rasto
Cõllybry

9/9/06 16:23  
Blogger Lammazze said...

" mesmo quando tudo está desfocado, a razão e a solução de tudo está escrito nas próprias curvas de desordem.
Mesmo que não te reconheças, e não saibas assimilar tudo, basta seguir-te em frente, abraçar tudo o que tens, amar amar amar muito, tudo, todas as coisas.. e saber esperar pelas oportunidades que a vida tem para ti. a vida tem milhares para ti, a cada dia que passa.
Espera, e fica atento aos sinais."

Ouvi dizer..


Mais loucos são os loucos que me julgam louco, só porque não conseguem atingir a minha loucura.

24/9/06 21:26  

Enviar um comentário

<< Home

online